Destaques

Mindhunter: 2ª Temporada (2019)⁣ - Crítica


Mindhunter: 2ª Temporada (2019)⁣

CRÍTICA: A segunda temporada da aclamadíssima série Mindhunter, começa exatamente de onde acabou a temporada antecessora, sem nenhum salto temporal, com os desdobramentos da saúde do agente Ford. O interessante é que a série logo ganha um respiro com a mudança da chefia, que pretende investir ainda mais nos estudos dos agentes e da Doutora.⁣
A série segue com mesmo visual, com a fotografia mais insaturada (cara do Finsher), e com entrevistas interessantíssimas com alguns assassinos e psicopatas como Charles Manson, seguindo a mesma premissa, de não mostrar as atrocidades, e sim, através de diálogos durante a entrevista. Mesmo a série apresentando um diferencial com o caso de Atlanta, onde várias crianças negras estavam sendo mortas, não senti uma evolução no campo através do estudo, e ainda mais, as entrevistas acabaram sendo apenas o pano de fundo (tanto que Holden e Bil entrevistarão poucos), e isso acabou saindo do tom que a obra se empregou.⁣
Um aspecto diferente foi a construção do arco do agente Bill e seu filho, nos dando várias idéias para teorias, principalmente pelo final da temporada, mas em contrapartida, o arco da Doutora Carr se tornou avulso dentro da narrativa, que acabou não levando em lugar nenhum, que serviu apenas como o propósito de humanizar mais a personagem, mas em aspectos narrativos, esses momentos quebraram o ritmo da série.⁣
Mesmo sendo inferior que a sua antecessora, essa temporada de Mindhunter continua tendo um alto nível, com diálogos afiadíssimo, e a imersão que proporcionou o espectador a respeito do caso de Atlanta foi incrível, sentimos juntamente com os agentes todo o peso da falta de provas e do desgaste social e psicológico que esses crimes causaram, nos resta aguardar mais uma temporada desta série que na minha opinião é uma das melhores obras originais da netflix.⁣

NOTA - ⭐⭐⭐⭐⭐ -⁣
ESCRITO POR: @loadingseries ⁣

Disponível na Netflix ✅

Nenhum comentário