Destaques

Especial de Natal: Se Beber, Não Ceie - Porta dos Fundos


Sinopse: Jesus (Fábio Porchart) e seus 12 apóstolos enchem a cara na Última Ceia e acordam sem lembrar o que aconteceu.

Crítica: Eutrapelia é a virtude do bom humor, discutida desde Aristóteles e posteriormente incorporada na doutrina cristã por teólogos como Tomás de Aquino. Consiste em rir e fazer rir sem ferir o próximo, no cultivo da diversão como meio para nos tornar melhores e na ideia de que a gargalhada moderada evita, por exemplo, que demos tanta importância a nós mesmos.

Só que assim como o cristianismo a eutrapelia não é um sistema de crenças único e, portanto, precisa coexistir com quem pensa diferente sobre religião e com quem admite o uso de outras vertentes do humor. A paródia e a sátira estão nos mandamentos do Portas dos Fundos e o grupo é um fenômeno da comédia brasileira com público grande o suficiente para que a Netflix exiba a série Borges (2018) e produza esse especial de Natal.


O que não quer dizer que as piadas que desconstroem a crença cristã sejam boas apenas pela natureza além da eutrapelia. Dessa vez o Portas parece acreditar que sequenciar chacotas de personagens e eventos religiosos conhecidos é suficiente para produzir humor – quando na verdade isso precisa ser refinado como George Carlin fazia no stand-up. Ainda que algumas gags funcionem e exista a típica subversão de status quo presente nos vídeos do grupo – aqui Maria Madalena exerce grande influencia em Jesus, por exemplo – a sensação é que o texto de Fábio Porchart não da conta de sustentar os inéditos 44 minutos de duração, o dobro do tempo de seus outros especiais de Natal publicados no YouTube.

Parte de paródia de Se Beber, Não Case! (2009), mas permanece nela. As piadas e os flashbacks repetitivos sobre ressaca e amnésia não alcançam a sátira que o grupo consegue ao criticar a religião e outros tabus sociais nos seus melhores episódios. Se quer apenas fazer rir, deveria permanecer no formato reduzido e não se prolongar num protótipo de história, ou se consegue arrancar somente sorrisinhos de canto de boca, se limite a eutrapelia.


Nota: ⭐⭐

Escrito por: @cinemacetico

Disponível na Netflix ✔

Nenhum comentário